Jogos Olímpicos Rio 2016 Jogos Paralímpicos Rio 2016

Perguntas Frequentes

 

1. Qual o papel do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016™?

O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016™ é uma associação civil de direito privado, com natureza desportiva, sem fins econômicos, formada por Confederações Brasileiras Olímpicas, pelo Comitê Olímpico Brasileiro e pelo Comitê Paralímpico Brasileiro. Sua missão é promover, organizar e realizar os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016™, seguindo as diretrizes do Contrato da Cidade-Sede, do Comitê Olímpico Internacional (COI), do Comitê Paralímpico Internacional (IPC)e da Agência Mundial Antidoping, e respeitando a legislação brasileira, a Carta Olímpica e o Manual de Regras do IPC.

 

2. Quais são os serviços oferecidos pelo Portal de Suprimentos Rio 2016™?

Além de funcionar como o principal meio de comunicação do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016™ com o mercado, seguindo os princípios de transparência da organização, o Portal de Suprimentos oferece serviços de Pré-Cadastro e Cadastro de fornecedores.

 

3. Após preencher o formulário de Pré-Cadastro, já posso fornecer ao Rio 2016™?

Ainda não. Neste momento, a empresa se torna candidata à fornecedora do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016™. Todas as vezes em que houver demanda por novas empresas, os especialistas de Suprimentos do Comitê farão a busca nos candidatos a fornecedores inscritos no Pré-Cadastro e convidarão aqueles que possuírem perfil para a necessidade. A empresa candidata, então, passará por um processo de homologação e, após isso, poderá ser inscrita no Cadastro de fornecedores do Rio 2016™.

 

4. Devo encaminhar algum documento para qualificação?

Todos os documentos necessários para o processo deverão ser anexados na base de Pré-Cadastro do Portal de Suprimentos Rio 2016™. A documentação obrigatória está descrita aqui

 

5. Quais os benefícios para os fornecedores de participar do Pré-Cadastro do Portal de Suprimentos?

O Portal de Suprimentos é o canal em que o Rio 2016™ centraliza a sua comunicação com o mercado. A inscrição no Pré-Cadastro permite o acesso a processos de contratação de bens e serviços com oportunidades iguais e habilita para consultas às informações sobre as concorrências, controle de documentos, etc. Enfim, é o primeiro passo para acessar as grandes oportunidades de negócios que as empresas terão com os Jogos Olímpicos e Paralímpicos.

 

6. As informações cadastrais armazenadas via Portal de Suprimentos estão em segurança?

A estrutura de segurança do Rio 2016™ foi concebida seguindo as melhores práticas e os padrões internacionais para transações financeiras e confidenciais. Os dados que trafegam no sistema são criptografados, excluindo a possibilidade de acesso externo. Além disso, a arquitetura técnica desenvolvida para o portal compreende dois firewalls, que atuam como barreiras extras de proteção ao ambiente transacional.

 

7. Como será feita a seleção dos fornecedores dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos?

Por meio de concorrências e solicitações de cotação simples. Os fornecedores serão selecionados e analisados, a partir das informações de seu Pré-Cadastro, de acordo com os requerimentos de cada categoria. Os especialistas de suprimentos de compras irão realizar a pesquisa nessa base de dados.
Tanto os fornecedores já cadastrados, como os pré-cadastrados, poderão se candidatar às concorrências publicadas no Portal. A diferença é que os fornecedores com perfil no Pré-Cadastro serão submetidos à análise e homologação de seu cadastro antes de serem considerados habilitados para a concorrência.
Fornecedores cadastrados poderão vir a ser desclassificados nas concorrências, ou não convidados nas solicitações de cotação, caso não atendam a um ou mais requerimentos obrigatórios para determinada contratação.

 

8. Apenas empresas de grande porte poderão participar do Pré-Cadastro e do Cadastro do Rio 2016?

Pelo contrário. Buscaremos fomentar o desenvolvimento de micro, pequenas e médias empresas, comunicando massivamente nossas demandas e requerimentos, assim como trabalhando em conjunto com diferentes organizações de desenvolvimento na capacitação desses fornecedores. A capacidade de fornecimento da empresa será analisada pelos especialistas de Suprimentos e ela poderá ou não participar de uma determinada concorrência de acordo com o escopo de cada demanda por bens e serviços.

 

9. As compras do Rio 2016™ serão feitas apenas no ano dos Jogos?

Pelo contrário. Cerca de 75% das contratações de bens e serviços para os Jogos serão realizadas em 2014 e 2015. No entanto, o Comitê tem demandas de diferentes portes e a cada momento por um leque variado de produtos e serviços. Por conta disso, durante todo o período de hoje até os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016™ serão realizadas concorrências e solicitações de cotações simples.

 

10. Que tipo de produtos e serviços serão demandados pelo Rio 2016™?

A lista de bens e serviços que serão demandados pelo Comitê Organizador é enorme, refletindo a complexidade do evento e de sua organização em padrões sustentáveis. Há, inclusive, segmentos de negócios em que não há empresas atuantes no País e que precisarão ser desenvolvidos para atender aos Jogos. Em nossa área de Documentos, estão disponíveis gráficos que sinalizam a variedade de áreas que receberão encomendas ao longo do atual ciclo olímpico.

 

11. O que acontecerá com as instalações esportivas construídas para os Jogos?

Das instalações necessárias para a realização do evento, 47% já existem, várias delas desenvolvidas ou reformadas para os Jogos Pan-americanos e Parapan-americanos Rio 2007. Outras 25% serão temporárias. Cada instalação tem um plano comercial, garantindo sua sustentabilidade de longo prazo e contribuindo para o desenvolvimento do esporte olímpico e paralímpico.

 

13. Como os Jogos ajudarão a preservar e melhorar as condições ambientais da cidade?

O programa de sustentabilidade dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016™, apoiado pelos três níveis de governo, contribuirá para avanços em questões ambientais ligadas à conservação da água, energia renovável, gestão do lixo e responsabilidade social. Um conjunto abrangente de ferramentas de gestão é utilizado para o monitoramento e supervisão dos objetivos traçados pelo programa. Na área de Suprimentos, os princípios, estratégias e objetivos de sustentabilidade estão estabelecidos no Guia da Cadeia de Suprimentos Sustentável. Ao exigir requerimentos de sustentabilidade em suas contratações de bens e serviços, o Rio 2016™ espera colaborar para levar o mercado do Rio de Janeiro e do Brasil a um novo patamar em termosambientais, sociais e econômicos.